17.1.11

O QUE É QUE A LAPINHA TEM? E RECEITA DE PÃO MINEIRO E CHÁ DE MARACUJÁ COM BANANA

"Porque será que tantos adeptos do bem estar e da vida saudável quando querem recarregar suas baterias, escolhem o Spa Lapinha? E porque, tais frequentadores criam com o local um vinculo tão forte que passam seus dias comuns sonhando em voltar para lá? Os resultados obtidos com a rotina e os tratamentos desse spa sui generis levam a um reaprendizado de hábitos (bens melhores no que se refere a se exercitar, comer dormir e viver) ninguém duvida."diz Clovis França, fotógrafo e jornalista em matéria publicada na revista JP.
Me apaixonei por este lugar desde que fui há dois anos atrás. A medicina naturista adotada por eles é baseada na alimentação saudavel - dieta ovo lacto vegetariana - com ovos, leite e vegetais e sem carne nenhuma, ordenoterapia - respeito ao nosso bioritmo natural, fisioterapias - com inúmeras e variadas massagens, hidroterapia - saúde pela água (sigla de SPA) e fitoterapia - uso de ervas e chás para cura e prevenção.
E foi para lá que resolvi fazer três semanas de estágio na cozinha supervisionada pela nutricionista Carolina Silva Nizer. Nem precisa dizer que estou amando. Quando não estou dentro da cozinha posso usufruir de todas as delicias de um spa! Manterei vocês, leitores informados sobre os meus passos e enviarei receitas de pratos que mais gostei.



Todas manhãs acordo e vou do meu alojamento (muito confortável por sinal) até a cozinha do Spa onde são preparadas as quatro refeições diárias. Lá, 18 funcionárias se revezam em dois turnos para o preparo das refeições feitas com 90% de produtos orgânicos de sua horta e do centro de produção da fazenda onde fazem queijos, pães, geléias e sucos.


Este é um típico café da manhã de quem está seguindo - como eu uma dieta normal (de 1600 a 2000 mil calorias/dia). Ele consiste de 2 fatias de pão integral, musli composto de frutas, granola com um "tico" de iogurte, Kefir (tipo de coalhada), 2 fatias de queijo, geléia de laranja ou amora, mel, requeijão (acreditem, o melhor que já provei) e manteiga. Neste dia, ao invés de servirem o pão fomos contemplados com um bolinho sem glutem e sem lactose que estava maravilhoso.


Esta simpática e dinâmica cozinheira é a chef de cozinha, Arlete de Fátima Zbonick que desenvolveu a deliciosa receita que eu chamei de pão mineiro da Lapinha. Simplesmente divino!


Confesso que me senti muito mal quando observei vários olhares saltando em minha direção com um silencioso ou explicito dizer: "por que esses pãezinhos só para você? "ou "dá para deixar um para mim?". Para não ficar mal com meus vizinhos de mesa, me retirei no final do café da manhã deixando uma unidade sobre o prato. Fiquei curiosa para saber o fim dele, mas preferi não perguntar, afinal cada um sabe o que faz!


Os chás da Lapinha são um capítulo a parte e as funcionárias da cozinha costumam peneirar os chá com um pano fino para restar apenas a água aromatizada. O da foto, é o meu preferido feito com banana e maracujá desidratados.


Esse meu retrato foi tirado pela fotógrafa Carol Gherardi (com minha máquina) quando esteve aqui para fazer uma matéria da Lapinha para a Revista Prazeres da Mesa. Estava dentro da sala onde se fazem as refeições.
Para aqueles que ficaram com vontade de experimentar as receitas:

PÃO MINEIRO DA LAPINHA

ingredientes
1 xícara de chá de quinua em flocos
1 xícara de chá de polvilho azedo
1 xícara de aipim cozido
2 ovos inteiros
3 colheres de sopa de óleo de milho
1 e 1/2 colher de chá de sal
1 colher de sopa de fermento de pão (Fleischmann ou fresco - 12 g)
1/2 colher de chá de açúcar mascavo
50 ml de água morna para amassar
Modo de preparo
Dilua o fermento e o açúcar na água morna e deixe crescer (até ficar bem espumoso e dobrar de tamanho) - 4 minutos aproximadamente. Em seguida junte todos os outros ingredientes e amasse. Depois faça 35 mini bolinhas, leve ao forno pré aquecido à 170 graus por 20 a 30 minutos.
Você pode incrementar a receita colocando queijo ralado caso não tenha intolerancia a lactose ou então ervas como o orégano ou ervas finas.

CHÁ DE BANANA E ABACAXI

ingredientes
1 litro de água
5 colheres de sopa de abacaxi desidratado
5 colheres de sopa de banana desidratada
Modo de preparo
Juntar todos os ingredientes e ferver por 15 minutos em fogo baixo.Colocar um pano dentro de uma peneira e despejar o líquido até filtrar toda a água. Servir quente ou gelado.
  • fotos arquivo pessoal
  • agradecimentos especiais a Marianne Brepohl, Luzia Almeida, Carolina Nizer e toda a equipe da cozinha da Lapinha

2 comentários:

Sergio disse...

eta estagio bom hein! já estou com fome Beijos

tutu galvao bueno disse...

He he he, quando voltar só vamos ter comidas bem light. Huummmm saudades da comida da Suely. Saudades de casa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...